HOME / Matéria / Justíssima homenagem ao Paschoal

Justíssima homenagem ao Paschoal

21/08/2015
Araraquara / SP
Wilson Silveira Luiz
Foto: Divulgação

Na terça-feira (25), se vivo fosse, o saudoso Paschoal Gonçalves da Rocha, veria concretizado um velho sonho, ou seja, colocar à disposição dos araraquarenses o seu acervo fotográfico, um dos maiores do País.

Graças ao interesse do Prefeito Marcelo Barbieri, que havia prometido ao “Magrinho Elétrico”, um novo e amplo espaço, Araraquara poderá conhecer essa obra que ficará para sempre mostrando valiosas lembranças da história do nosso esporte.

Particularmente, eu também me sinto realizado, pois afinal de contas. a Sala começou a ser projetada desde os anos de 1978/1979, quando das costumeiras visitas do Paschoal à Equipe Cultura de Esportes, na Rádio Cultura/Avenida Espanha.

O Paschoal falava sempre da  vontade de montar uma espécie de Museu.  Me recordo que eu tinha algumas centenas de fotos que registravam principalmente a excursão da AFE para a Europa e África, no ano  de 1960. Entendi que o melhor destino  daquelas relíquias seria  entrega-las aos cuidados do Paschoalito. E deu no que deu. E a maior demonstração de reconhecimento e amizade, destaco que o Paschoal me convidou para batizar seu filho, o jornalista Cesar. Quer demonstração melhor do que essa ? E para completar o trabalho de instalação, nada melhor que o engajamento de um profissional da fotografia. Estou falando de Benedito Reginaldo Viviani - o Tetê que assumiu os árduos trabalhos de formatação  dos quadros para fixação nas paredes. E mais ainda – o apoio incondicional de Vicente Michetti que empresta seu nome á Sala.

E o restante da história toda a cidade conhece.

Galeria de Fotos

Comentário(s) - 1

carlos ap. lopes de souza
Publicado em: //2015 - 09

Tenho certeza de que onde ele esteja, ele está aprovando o fato. Mais infelizmente, homenagens a quer que seja, sempre dever ser feito em vida, assim a pessoa poderá desfrutar junto com os familiares dos momento e do reconhecimento que a comunidade está prestando por tudo aquilo que ele fez. Em tempo:- Quem foi o responsável pelo cerimonial, deveria ter convidado clubes e ligas, pois grande parte do acervo, fala dos clubes amadores da cidade e a convivência dele com esses clubes, até como funcionário, foi muito importante na vida dele, das ligas desportivas onde ele sempre prestigiou e foi até diretor na liga de campo e de salão. Infelizmente quem cuida desse departamento, desconhece a vida do esporte amador de nossa cidade...nota zero e bem grande.

Mais Comentários