HOME / Notícia / Dez curiosidades sobre a França e a Croácia

Dez curiosidades sobre a França e a Croácia

13/07/2018
Araraquara / SP
Sérgio Luís Yamamoto
Foto: colagem

FRANÇA

1 – Não existe “pão francês” nas padarias francesas - essa deve ser a mais intrigantes dentre as curiosidades sobre a França, na perspectiva de,nós, brasileiros. Por mais estranho que possa parecer, o famoso pãozinho francês, que os brasileiros estão tão acostumados a comprar em qualquer esquina, simplesmente não existe nas padarias francesas. Apesar das padarias na frança venderem uma variedade imensa de pães, desse tipo não se acha. Os franceses compram principalmente o pão baguete (ou meio baguete), e cortam-os em pedaços.

2 – Ninguém sabe o que é cajú, a origem da castanha - apesar de se achar facilmente castanha-de-caju em qualquer supermercado francês, ninguém por lá imagina que a castanha é extraida de um fruto chamado cajú. Ao mostrar fotos de um Caju aos amigos franceses, eles olharam curiosos, e falaram sobre a semelhança com o pimentão 

3 – Franceses nunca ouviram falar em espiritismo, muito menos em Allan Kardec - apesar do espiritismo ter sido criado por um francês, os franceses sequer ouviram falar nisso. O túmulo de Alan Kardec, criador do espiritismo, se encontra no famoso cemitério (pérrlechése) Père-Lachaise, em Paris. Caso você veja alguém visitando esse túmulo, pode ter certeza absoluta que se trata de brasileiros.

4 – Não se come queijo no café da manha - apesar da França ser um dos maiores produtores e consumidores de queijo do mundo, os franceses não aceitam a idéia de incluir algum tipo de queijo no café-da-manha. No entanto, muitos comem queijo depois do almoço/jantar.

5 – Petit Gateau não se chama petit gateau - nenhum (nenhum mesmo!) garçom francês vai entender o seu pedido, se você pedir um petit gateau de sobremesa. Isso soaria genérico, como um “bolo/biscoito”. O equivalente à sobremesa que chamamos de petit gateau no Brasil, na França se chama (culõn) ‘Coulant’, ou (mi kiwi) ‘Mi-cuit’.

6 – Natal é chamado de… réveillon! - na verdade, o dicionário larousse define réveillon como “refeição festiva do natal ou fim-de-ano, ou a festa em si“. Resumindo, o nome réveillon é meio confuso, já que pode ser usado para ambas as datas. Na prática, os franceses usam mais ‘noel’ para o natal, e (nuvelón) nouvelan’ para o ano novo.

7 – A expressão “sair à francesa” é conhecida na França como “sair à inglesa” - no Brasil, usamos a expressão “sair à francesa” para se referir a alguém que vai embora discretamente, sem ser notado. Além de não ser uma prática francesa (pelo contrário!), os franceses fazem uso da expressão “sair à inglesa”, para dizer a mesma coisa! Agora, resta saber como os ingleses chamam essa prática…

8 – Existem três réplicas da estátua da liberdade em Paris - pouca gente sabe, mas essa estátua da liberdade da foto acima se encontra em Paris! A estátua mais famosa, aquela de Nova Iorque, foi feita por um artista francês, que criou algumas réplicas de “teste”, menores,  antes de começar a obra final. Essas réplicas estão em Paris até hoje: uma no museu (arrê me tiê) ArtsetMétiers, outra no Jardim de(luqçámbur)Luxembourg, e uma terceira e maior delas na (ilôsínhe) = ILHA DOS CISNES îleauxCygnes .

9 – Existem quatro arcos do triunfo em Paris - muito se fala do Arco de Triunfo, aquele monumento imponente e assediado pelos turistas. Porém, um breve passeio na capital francesa nos mostra que existem alguns outros, mais precisamente 4.

10 – A Torre Eiffel é uma antena de rádio - os últimos 20 metros da Torre Eiffel, o monumento pago mais visitado do mundo, nada mais é que uma antena de rádio em pleno funcionamento.

Fonte: site Expresso Paris

CROÁCIA

1 – Cães dálmatas - a raça de cães dálmatas é croata, mais especificamente da região com mesmo nome, a Costa Dálmata.

2 – Game of Thrones - cenas da popular série foram filmadas na Croácia, principalmente Dubrovnik, mas também Split. Fãs da série podem reconhecer várias vistas de Dubrovnik em King’s Landing.

3 – Gravatas - as gravatas foram inventadas pelos croatas. Os soldados começaram a usar cachecóis amarrados no pescoço para se identificarem por volta do século XVII. O rei francês Luís XV adotou o estilo quando mercenários croatas começaram a servir à França e logo o acessório se espalhou pela Europa. No dia 18 de outubro é comemorado o Dia da Gravata para celebrar esse elemento do patrimônio nacional. Outro detalhe curioso é que a palavra francesa para gravata, cravat, teria vindo da pronúncia francesa do gentílico dos croatas, hrvat.

4 – Órgão do Mar - em Zadar tem um órgão à beira mar que é tocado pelas ondas do mar. Os tubos ficam localizados debaixo do concreto e são soprados por colunas de ar empurradas pela água do mar criando sons harmônicos aleatórios. Como as marés e os ventos são imprevisíveis, o órgão toca um concerto infinito e extremamente variado.

5 – Por do Sol mais bonito do mundo - de acordo com Alfred Hitchcock, o diretor de Psicose e Os Pássaros entre vários outros filmes, o por do sol de Zadar, visto do Órgão do Mar, é o mais bonito do mundo. Hitchcock não foi ao mundo inteiro para ter certeza, mas nada como ir pessoalmente conferir se é verdade

6 – Menor cidade do mundo - a cidade croata Hum é a menor do mundo com uma população que varia de 17 a 23 pessoas. ZlatniRat é a praia mais famosa da Croácia, localizada na ilha de Brac. Mas o mais especial dessa praia é que ela muda de cor e o formato com o vento.

8 – Passagem de graa por toda a vida - se uma criança nascer na barca entre Split e Hvar da empresa Jadrolinija, ela poderá viajar de graça na barca pelo resto da vida.

9 – Tradição de quase cinco séculos - na ilha de Hvar, é feito uma procissão conhecida como “Seguindo a Cruz” passando por seis vilas. Ela acontece toda Páscoa por quase cinco séculos. A parte central dessa procissão é a lamentação da Virgem Maria, que é um texto relacionado à Paixão do século XV cantado em forma de diálogo

10 – Anfiteatro Romano - na cidade de Pula fica localizado um dos três exemplares de anfiteatros romanos mais bem preservados. Ele também é o sexto maior.

Fonte: site Slavian Tours

Galeria de Fotos

Comentário(s) - 0

Seja o primeiro a comentar.