80%
Você está ouvindo: Rádio PWZ

HOME / Matéria / Cidu, Mingão Funileiro, Mingão Batateiro, Gasolina e a Torcida Boca do Lixo

Cidu, Mingão Funileiro, Mingão Batateiro, Gasolina e a Torcida Boca do Lixo

17/05/2015
Araraquara / SP
Wilson Silveira Luiz
Foto: Divulgação

Entre tantos fatos históricos da trajetória da Associação Ferroviária de Esportes, há que se destacar a importância da chamada Boca do Lixo, que agregava fanáticos torcedores da equipe grená de Araraquara.

Mingão Batateiro, Mingão Funileiro, Cidu e Gasolina eram praticamente os comandantes da simpática torcida. Não tinha tempo ruim para eles.

O Mingão Batateiro teve um lance curioso numa das partidas da Ferroviária. Atirou seu rádio Mitsubishi contra a arbitragem. E o policiamento acabou devolvendo o rádio pro Batateiro, que ficou com o prejuízo, pois o rádio ficou todo danificado.

Em julho de 1972, quando comecei a trabalhar na Rádio Cultura, tive a alegria de sentir de perto, a força daqueles heroicos torcedores. Foi no Canindé num jogo AFE e Portuguesa de Desportos.

Ouvir a própria Rádio, fora de casa, pra mim foi uma agradável novidade. Os 62 metros da Cultura “rasgavam” o éter do Mundo todo. E eu senti a alegria de mandar um alô para os integrantes da Boca do Lixo que estavam lá no alto das arquibancadas do Estádio da Lusa. Que gostoso foi receber dos simpáticos “rapazes” o “abanar” de braços e mãos, me saudando.

E a história da “Boca” é recheada de fatos inusitados. Neste registro que faço, manifesto o reconhecimento pela maravilhosa caminhada de todas as torcidas da Ferroviária.

O Torcedor da Ferroviária sempre foi um privilegiado por apoiar uma das maiores glórias do futebol do interior do Brasil. E tenham quase a certeza, Mingão Batateiro, Mingão Funileiro, Cidu, Gasolina, e outros tantos milhares de amantes da AFE, quer estejam entre nós ou não, que em 2016, estaremos de volta à Divisão de Elite do futebol paulista.

 

Galeria de Fotos

Comentário(s) - 0

Seja o primeiro a comentar.